domingo, 12 de fevereiro de 2017

Vc pode mimar e ser mimada ainda hj...

Quem não gosta de ganhar presente ?!!
Além de gostar de ser presenteada, quem gosta de presentear???
Essas duas perguntas são respondidas com sim, no meu caso,  com toda segurança !!! Ao longo da vida não foi preciso aprender a presentear, isso foi natural desde sempre, e vou mais além, a graça de tudo era embalar os presentes...inventar novas dobraduras, encontrar lindos papéis, criar técnicas, acrescentar etiquetas e cartões, adereços e detalhes, sim, tudo isso era o prazer da historia e a recompensa era a surpresa de cada pessoa presenteada...

Também não era necessário uma data específica para presentear, as viagens eram bons motivos para fazer uma lista de amigos e é claro que o Natal era o motivo mor para usar toda criatividade...muita das vezes até os presentes eram feitos artesanalmente...

No decorrer do tempo, o encanto foi se perdendo... o que era belo pra mim, parecia não encantar  mais as pessoas...era como se as pessoas não se encantassem mais com o carinho dedicados a ela....

A troca tb deixou de existir... a famosa lembrancinha não fazia mais parte do cotidiano...até mesmo as amizades mais próximas pareciam ter dado lugar à intimidade, como se a intimidade lhe desse carta branca para improvisar...

E isso me contagiou , infelizmente, é claro. Não me recordo ( posso estar exagerando...rs) qual foi a última vez que de fato me dediquei em presentear alguém com presentes que além o objeto por si só levasse tb o meu toque em formato de mimo. Pra dizer a verdade, a falta de dinheiro serviu de "desculpa" até para não presentear, mas pensando bem, quando a preocupação é agradar e dedicar o que vc deseja de bom pra pessoa, o valor do presente quando embalado com carinho e criatividade, pouco importa, porque a importância que vc deu a lembrança ao dedicar tempo para embalá-la vai representar o tanto de coisas que vc gostaria de dar.

Mas para que serve os amigos? Para lhe resgatar muita das vezes do limbo sem sentido em que nos encontramos. Essa semana, num bate papo informal, uma amiga me lembrou sobre o quanto ela valoriza um mimo bem embalado, um cartão assinado e eu lembrei do quanto gostava de receber mimos de viagens ou um bem vindo no trabalho...foi quando me dei conta que eu estava fazendo com algumas pessoas, o mesmo que eu reclamava fazerem comigo ( ou não fazerem...rs)...o descaso contagia, o desânimo, a tristeza e a famosa correria do dia-a-dia tb...

Acordei e me dei conta de que ainda é fevereiro e há tempo de resgatar as boas ações ao longo de todo ano. O fato da sociedade estar cansada, não pode fazer com que eu me sinta confortável com o nível de acalento da maioria da população. Nunca me considerei maioria.

Obrigada amiga por resgatar esse encanto que encanta.

O Mundo de Calíope: Faça você mesmo: