quinta-feira, 3 de maio de 2012

Mês de maio - Dia das Mães

Esse é meu primeiro Dia das Mães ! Primeiro, porque não conto com o do ano passado, uma vez que não tinha muita consciência do que estava acontecendo. Estava recém chegada do hospital com o Danilo em meus braços e aquele amor avassalador que todos relatam ainda não havia me invadido.

Recebi uma rosa linda com um cartão escrito pelo meu pai...ele é muito mais romântico do que meu marido...rs*** !!! Mas não posso reclamar do pai da criança, que na ocasião me presenteou com o tradicional pingente de menininho.

Esse ano está sendo diferente. Acho a crônica da Marta Medeiros perfeita, e vou acrescentar aos comentários dela, os meus:

Ser mãe é ser a pessoa mais egoísta da face da terra. Administramos emocionalmente, financeiramente e fisicamente uma gestação de 9 meses, que nos dá o direito de nos sentirmos poderosas e capazes de dominar o mundo pelo simples fato de estar grávida ( o que cá entre nós, não é tão simples assim ).

Egoísta porque no fundo, todo trabalho que temos, achamos que deveria ser recompensado pelos pequenos. Devem ser bem educados para não fazermos passar vergonha, devem ser saudáveis , para não dar trabalho, devem ser estudiosos para não jogarmos dinheiro fora e devem ser bem sucedidos para se tornarem independentes e nos deixarem livres novamente como se não fôssemos mães. Tem coisa mais egoísta ?!

E o amor, onde fica? O amor existe, mas não é lindo ! O amor materno é sofredor ( como todos os outros). Sofremos porque não podemos ficar 24h por dia com os pequenos ( se pudéssemos , talvez não aguentaríamos..rs**). Sofremos quando eles sofrem por qualquer motivo. Sofremos porque não podemos mandar neles e formá-los, ou melhor, moldá-los, como se fosse um artesanato qualquer da forma que bem entendêssemos ( momento egoísta novamente). Mas ao mesmo tempo, não posso negar que é uma experiência única ! Nem melhor , nem pior do que ter ou não ter filhos, é apenas diferente...rs***!!! 

Meu baby fez um ano, e é lindo ! Foi um ano de novas experiências e sensações ! Amo, amo , amo, do fundo do coração esse "pequerrucho" que independente de qualquer coisa, foi enviado por Deus e bonito de natureza....rs**!!! E como tudo que é de Deus, é benção em nossas vidas e a mim, compete apenas ser mãe com todas as considerações da Marta, mais as minhas e mais a inevitável tarefa de construir um futuro para uma pessoa que não pediu pra nascer e que, portanto, merece acima de tudo ser feliz !!!